segunda-feira, 20 de novembro de 2017

“Adote uma árvore, uma vida”

Adote uma árvore, uma vida” é o desafio lançado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão a todos os munícipes, disponibilizando, de forma gratuita, árvores e arbustos autóctones, convidando-os a plantarem e a cuidarem de cada árvore conforme as suas caraterísticas e necessidades. 

Esta inicitiva, no âmbito do programa 25 mil árvores para 2025assinala o Dia da Floresta Autóctone e decorrerá no próximo sábado, dia 25 de novembro, entre as 9h00 e as 13h00, na Praça Cupertino de Miranda, no centro da cidade.

Fonte: adaptado daqui

domingo, 19 de novembro de 2017

Workshop "Agricultura Biológica e Valorização dos Produtos Locais"

«A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, com a colaboração da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, a Minho Origem e a DGADR promove no próximo dia 28 de novembro, em Vila Nova de Famalicão, o Workshop “Agricultura Biológica e Valorização dos Produtos Locais”.

Num contexto de crescente interesse pela agricultura biológica, quer pelos produtores, quer pelos consumidores, e sendo a agricultura biológica um modo de produção ambientalmente sustentável, pretende-se sensibilizar os produtores, os técnicos das Organizações Agrícolas e os consumidores para este Modo de Produção. Considerando, por outro lado, a diversidade e as potencialidades das produções locais, que em muito contribuem para o desenvolvimento das zonas rurais, serão também apresentadas algumas formas de valorizar os produtos locais.

A inscrição é gratuita e poderá ser efetuada na página da DRAPN.»
Fonte: DGADR 
Programa aqui 

domingo, 12 de novembro de 2017

Workshop Higiene e Cosmética Natural - resumo


Neste Workshop Higiene e Cosmética Natural, aprendemos a cuidar de nós com produtos naturais, livres de químicos sintéticos, e fáceis de fazer. 

A Débora Moura explicou alguns conceitos básicos subjacentes à cosmética natura, e demonstrou e como se faz pasta dos dentes, leite de limpeza, creme de corpo e mãos e bálsamo labial. Levamos também indicações de como fazer desodorizante, creme de rosto e elixir dentário. Para casa levamos dois brindes oferecidos pela Débora, um frasco e leite de limpeza e um sabonete.

Apesar de ser fácil fazermos os nossos produtos, por vezes não é tão fácil arranjarmos os ingredientes, pelo menos com a pureza que é aconselhável. Se não estiverem com vontade de os fazer, encomendem os Mimos da Natureza à Débora, são saudáveis e agradáveis e nada caros!

Esta atividade, que ocorreu no dia 12/11/2017 nos Serviços Educativos do Parque da Devesa, foi promovida pela Associação Famalicão em Transição, em parceria e com o apoio do Município de Vila Nova de Famalicão, estando integrada no serviço de sensibilização ambiental  para adultos do Parque da Devesa.






Mais fotos aqui.

As participantes manifestaram interesse num workshop sobre sabonetes, que, em princípio, iremos então propor para 2018.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

As Bicicletas e a Cidade - sessão Ambientar-se 17/11

As Bicicletas e a Cidade 

17 de novembro de 2017 (sexta) às 21h30
Centro Escolar Luís de Camões, (Rua Luís Barroso), Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre (até à lotação da sala) 

As bicicletas também têm direito à cidade?

Desta vez, AMBIENTAR-SE pega na bicicleta, sai da Casa do Território e vai até ao Centro Escolar Luis de Camões - é a primeira sessão descentralizada, apresentada por: YUPI – Ass. para o Desenvolvimento Social e Comunitário

Sinopse:  “Durante o século XX, a cidade de Joinville, sul do Brasil, experimentou uma fase de intensa industrialização, recebendo milhares de migrantes em busca de trabalho. Nesse período, as bicicletas tornaram-se o principal meio de transporte da população, fazendo com que Joinville ficasse conhecida como a "Cidade das Bicicletas. Mas este título não durou para sempre!

Realização e Produção: Fellipe Giesel  | Ano: 2016 | Duração: 72´

Público: Geral | Entrada livre e gratuita


As Bicicletas e a Cidade - Trailer do Documentário from Fellipe Giesel on Vimeo.

***************************************************************************
As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa) e associações locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final. Estas sessões ocorrerem, por norma, na terceira sexta-feira do mês. Associações parceiras:

AREA - Associação Amigos do Rio Este
Associação Famalicão em Transição
H2Ave - Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave
VENTO NORTE - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação dos Tempos Livres
YUPI - Associação para o Desenvolvimento Local

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

domingo, 5 de novembro de 2017

Abordagens humanísticas na educação - resumo

No passado dia 27 de outubro 2017 realizou-se a sessão "Abordagens humanísticas na educação: Waldorf e Montessori", na Casa de Esmeriz, onde estiveram presentes cerca de 70 pessoas.

Carla Freitas, educadora na Casa do Sol - Associação Antroposófica - Waldorf, partilhou da sua experiência com este método desenvolvido por Rudolf Steiner, assim como Raquel Santos, mãe de 3 crianças e presidente da instituição.


Diana Ferreira, falou-nos do método criado por Maria Montessori, que tem aprofundado através de pesquisa, que prática com a sua filha, e que partilha através do blogue Taquid.

Seguiu-se um interessante e participativo período de diálogo com os participantes, entre os quais se encontravam educadores, professores, pais e outros interessados numa educação mais integral, humanizada e próxima da natureza.

Esta foi a quinta sessão aberta ao público dinamizada pelo grupo de trabalho "Educação em Transição" da Associação Famalicão em Transição.

A Associação Famalicão em Transição agradece:
  • às convidadas Diana Ferreira, Carla Freitas e Raquel Santos, pela generosidade na partilha do seu tempo e conhecimento;
  • à União de Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos, e respetivo e Presidente, Sr. Arimndo Mourão, que apoiaram o evento e cederam as instalações;
  • a todos os participantes, que demosntraram o seu interesse numa educação melhor;
  •  e também aos elementos do grupo Educação em Transição que fizeram com que esta sessão se realizasse, e corresse tão bem.
Para além destas sessões, ao longo de 2017 o grupo tem levado a cabo reuniões com os interessados, as "Sementeiras da Educação", onde são debatidas os assuntos relacionados com a educação integral, e que levaram já a um projeto piloto integrado na escola pública, em parceria com a Escola e a Junta de Freguesia de Seide.









Mais fotos aqui

domingo, 29 de outubro de 2017

Workshop Higiene e Cosmética Natural - 12 novembro

No próximo dia 12 de novembro, aprenda a cuidar de si com produtos naturais, livres de químicos sintéticos, e fáceis de fazer,  no Workshop Higiene e Cosmética Natural.

Este workshop é facilitado por  Débora Moura, licenciada em Psicologia, especialista em Terapias Naturais e Complementares, e criadora dos produtos naturais "MIMOS DA NATUREZA" (https://mimosdanatureza.weebly.com/)

«A maioria dos produtos de higiene e cosmética presentes no mercado inclui ingredientes nocivos à saúde e ao ambiente e muitos ainda têm origem animal e/ou testam em animais... mas existem alternativas mais saudáveis, mais éticas, naturais e eficazes! Venha aprender a fazer alguns produtos naturais de higiene e cosmética!»

Dia 12 de novembro, das 10h00 às 12h30
Serviços Educativos do Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão

Inscrições no link goo.gl/tNamg6 ou no nosso site de inscrições.

Valor: 10 € (8 € para associados de Famalicão em Transição)

Evento no Facebook aqui   |  Mais informações: famalicaom@gmail.com

Esta atividade é feita com em parceira / com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Ecorâmicas 2017 - A FLORESTA (Guimarães)

Começam já amanhã as Ecorâmicas, em Guimarães, com o tema da FLORESTA:

«A Associação Vimaranense para a Ecologia - “AVE” apresenta a 5ª edição das Ecorâmicas, que decorre na cidade de Guimarães, no auditório da “Fraterna” (zona de Couros), entre os dias 26 e 29 de Outubro de 2017.

Desde 2013 que a AVE, em parceria com outras entidades locais e com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, realiza, no último fim de semana de outubro, as Ecorâmicas. Este ano, a escolha temática da mostra de cinema documental é a FLORESTA.


A programação das Ecorâmicas começa com uma estreia a nível internacional, no dia 26 de outubro, às 21:45, com a exibição do filme “O apelo da floresta: a sabedoria esquecida das árvores”, de Jeffrey Mckay.

O dia 27 continua, com sessões às 10:00 e 15:00, com uma programação dedicada exclusivamente às escolas do concelho.

No sábado, dia 28, com sessões às 15:00, serão exibidos os documentários “Baldios e montes vicinais: o futuro em mão-comum”, de Diana Toucedo e “Florestas Sintéticas: Os Perigos das
Árvores Geneticamente Modificadas”, de Ed Schehl e Stephen Leinau. 

Após exibição dos documentários, seguir-se-á um debate/reflexão em torno do tema FLORESTA, que contará com a presença de convidados do meio académico, empresarial e associativo (Carlos Aguiar – Escola Superior Agrária de Bragança; José Antunes – Abrir o Ave aos Cidadãos; José Sequeira Braga – Associação dos Silvicultores do Vale do Ave; André Fernandes e Andreia Pereira – ACTEA - Associação de Conservação da Natureza. Moderação de Manuel Fernandes, CEGOT).

No domingo, dia 29, com sessões às 15:00, serão exibidos os documentários “Florestas e Homens”, de Yann Arthus-Bertrand, “Movendo os Gigantes”, de Michael Ramsey, “O Custo Humano do Óleo de Palma Conflituoso”, de Rainforest Action Network, “O Problema do Óleo de Palma”, de TakePart, “O Homem Que Plantava Árvores”, de Frédéric Back e “A Inteligência das Árvores”, de Julia Dordel e Guido Tölke.

Todas as sessões de cinema e debates terão lugar no Auditório da Fraterna (zona de Couros).

 O programa detalhado pode ser consultado no blogue da  AVE ou através da página 

O evento, aberto a todos os interessados, é gratuito e assenta numa organização voluntária, em
colaboração com parceiros locais.»

Fonte: Comunicado da  AVE - Associação Vimaranense para a Ecologia

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Workshop Culinária Curativa - resumo


No passado dia 15 de Outubro, o terapeuta Ricardo Novais, como membro da Associação Famalicão em Transição, apresentou, nos serviços Educativos do Parque da Devesa, a um público interessado, a sua versão de Culinária Curativa.


Sugeriu alternativas saudáveis e saborosas para uma alimentação que nos nutra e nos desintoxique, dando sugestões e ideias de receitas bem originais e agradáveis à vista e ao paladar.



O ambiente, informal e descontraído, possibilitou que formador e formandos interagissem, tornando-se num workshop dinâmico, onde a ajuda dos formandos na confecção das receitas apresentadas foi muito bem-vinda. O formador apresentou, explicou e executou diferentes receitas como, por exemplo, o sumo detox, bebidas vegetais (leite vegetal de amêndoa), crepe de tapioca, crepioca, queijo probiótico vegetal (de amêndoa), crackers de linhaça, entre outras iguarias.





Todos puderam provar e apreciar as comidas e as bebidas confeccionadas, sentir os aromas e observar as texturas neste showcooking , possibilitado pelo formador e organização.


Mais fotos aqui.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Abordagens humanísticas na educação: Waldorf e Montessori

No próximo dia 27 de outubro 2017 às 21h realiza-se na Casa de Esmeriz (Rua Jorge Silva, 286, 4760-480 Esmeriz) em Vila Nova de Famalicão, mais uma conversa do Ciclo "Educação em Transição" dinamizado pela Associação Famalicão em Transição.

Para conhecer os métodos Montessori e Waldorf, temos como convidadas Diana Ferreira (blogue Taquid de partilha e descoberta montessoriana), Carla Freitas (educadora com formação Waldorf) e Raquel Santos (mãe de 3 crianças e presidente da Casa do Sol - Associação Antroposófica - Waldorf).

Numa conversa destinada a mães, pais, professor@s, educador@s e tod@s @s que sentem a necessidade e a urgência de repensar a educação no sentido da humanização e da aproximação à natureza, queremos debater e conhecer de forma espontânea, autêntica e curiosa as possibilidades apresentadas.

Inscrição pelo link  http://famalicaomelhor.blogspot.pt/p/inscricoes.html com donativo consciente para custos de organização (1,5€ para sócios e 2€ para não sócios)

Mais informações: afetra.educa@gmail.com

Breves apontamentos das abordagens humanísticas em destaque nesta sessão:

Método Montessori é o nome que se dá ao conjunto de teorias, práticas e materiais didáticos criado ou idealizado inicialmente por Maria Montessori. De acordo com sua criadora, o ponto mais importante do método é, não tanto seu material ou sua prática, mas a possibilidade criada pela utilização dele de se libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que esta possa ser observada, compreendida, e para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário. Descubra mais em http://www.taquid.com/.

Pedagogia Waldorf é uma abordagem pedagógica baseada na filosofia da educação do filósofo austríaco Rudolf Steiner, fundador da antroposofia. A pedagogia procura integrar de maneira holística o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos. O objetivo é desenvolver indivíduos livres, integrados, socialmente competentes e moralmente responsáveis. Descubra mais em: https://www.facebook.com/casadosol.waldorf/

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Encontro "Ação Ecológica, Transição Sustentável e Regeneração" - resumo

Encontro "Ação Ecológica, Transição Sustentável e Regeneração" , no passado dia 7 de outubro de 2017 em Vila Nova de Famalicão,  foi um sucesso e superou todas as expectativas. O evento foi organizado pela Associação Famalicão em Transição e Campo Aberto - associação de defesa do ambiente e reuniu mais de 35 associações ligadas à defesa do ambiente. 

O encontro teve lugar na Casa do Território, Parque da Devesa, e  teve como objetivo a partilha, a troca de experiências e de perspectivas das diversas colectividades ligadas ao ambiente, provenientes de todos os pontos do país e com trabalho realizado nesta área, de modo a conhecer-se, em profundidade e abrangência, a situação ecológica e ambiental do Noroeste de Portugal.

Apesar da maioria dos grupos presentes serem do Norte de Portugal, participaram também outras associações de âmbito nacional, como a Acréscimo, AMO Portugal- Associação Mãos à Obra, LPN - Liga para a Proteção da Natureza, SEA - sociedade de Ética Ambiental, Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza e a Zero -Associação Sistema Terrestre Sustentável.

As associações organizadoras, Associação Famalicão em Transição e Campo Aberto - associação de defesa do ambiente concluíram que este evento foi um sucesso e superou todas as expectativas.

Foi forte a motivação e a participação, que ultrapassou as fronteiras do "Norte", trazendo a Famalicão várias associações de âmbito nacional, ligadas à proteção do ambiente. 


Deste evento ficou a vontade generalizada de uma ação conjunta e coordenada pela proteção dos rios, o foco no envolvimento da população e das instituições locais, assim como o debate sobre todas as questões relacionadas com os incêndios florestais, numa perspectiva de prevenção, através da defesa e promoção da floresta autóctone, da forte redução de monoculturas de eucalipto e do reforço da vigilância florestal.


De salientar a questão do papel ambíguo e perigoso que poderão vir a ter centrais de biomassa de resíduos florestais, visto a capacidade a instalar poder superar o volume de resíduos que podem ser produzidos se não houver incêndios.

No final as entidades interessadas assinaram a "Carta de Famalicão", documento que visa contribuir para que no País se enfrentem problemas decisivos para o nosso futuro comum, como são os do território, da preservação dos nossos recursos naturais, da qualidade de vida, da energia, do clima e de uma economia sustentável, numa atitude que, em vez de agredir esses valores essenciais, os proteja e salvaguarde.

Em breve a carta será divulgada e aberta à subscrição de outras entidades e indivíduos.

Vídeo reportagem da FamaTV aqui 

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Oceanos de Plástico - sessão Ambientar-se 20/10

Oceanos de Plástico 
Plastic Oceans,2016, 102 min, (2016, 102 min)

20 de outubro de 2017 (sexta) às 21h30
Na Casa do Território, Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre (até à lotação da sala) 

Como plastificamos o mar!

Sessão AMBIENTAR-SE apresentada e moderada pela AREA - Associação Amigos do Rio Este.

Sinopse: Craig Lesson um jornalista Australiano apaixonado pelo mar e pelo seu ecossistema inicia uma investigação à procura da Baleia Azul, quando, para seu espanto, depara-se com grandes quantidades de plástico à superfície do oceano. Com o intuito de desvendar a influência que estes plásticos tem nos nossos oceanos, Craig auxilia-se da mergulhadora Tanya Streeter, e de uma equipa internacional de cientistas e investigadores, viajando por vários locais do mundo durante quatro anos, explorando o frágil estado dos nossos oceanos, com o importante objetivo de desvendar a verdade acerca da poluição dos plásticos e revelar soluções que possam ter um efeito imediato afim de prever a continuidade da degradação dos nossos oceanos.

As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa) e instituições locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final (em regra, à terceira sexta-feira do mês).

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Formação de SAT NAM RASAYAN®

FORMAÇÃO PELA 1ª. VEZ EM PORTUGAL

DIA 05 DE NOVEMBRO 2017
com Dr. Ambrosio Espinosa - médico e osteopata. (ESP)

APRENDER A MEDITAR EM SILENCIO COM SAT NAM RASAYAN®
Curso ministrado por Professores autorizados pela Escola de Sat Nam Rasayan®

Inscrições obrigatórias pelo email casadasmilfolhas@hotmail.com até 10 de Outubro.
Investimento: 75€


História do Sat Nam Rasayan®
Guru Dev Singh, nasceu no México em 1948, é actualmente o mestre de Sat Nam Rasayan®. Aprendeu com o seu mestre Yogi Bhajan (1926-2004) sikh nascido no Punjab colonial inglês e que em 1969 emigrou para os Estados Unidos da América. Foi ai que Yogi Bhajan deu inicio e ensinou KUNDALINI YOGA, Tantra Yoga Branco e Sat Nam Rasayan® entre outras.
Em 1978 Guru Dev Singh começa a estudar sanação* com Yogi Bhajan no estilo tradicional, isto é, atraves da indução, sem dar nome ao sistema. Bastava que a mente do aluno estivesse aberta e em silêncio, para que o mestre o tornasse parte da sua consciência. Dez anos mais tarde, em 1988, seu mestre pediu-lhe que fundasse a Escola de Sat Nam Rasayan® e que o ensinasse abertamente, usando um método didactico.
Os cursos actuais são o resultado de anos de esforço para traduzir uma experiência em palavras. Guru Dev Singh viaja constantemente ensinando Sat Nam Rasayan® pelos cincos continentes. Com o tempo, alguns dos seus alunos veteranos, entre os quais Ambrosio Espinosa tornaram-se professores e encarregam-se de sustentar o ensinamento em diversos países. (texto extraido de www.satnam-rasayan.es)
*Sanação: restituição do estado saudável que se perdeu.
Sanador: quem ajuda a que aconteça a sanação.

“Sat Nam Rasayan® (SNR) significa em sânscrito “relaxamento profundo na essência verdadeira”. Desconhecem-se as origens desta antiquissima técnica, a qual foi transmitida de mestre a discípulo durante séculos. Sua actual divulgação deve-se ao trabalho de sistematização que realiza Guru Dev Singh desde a Escola Sat Nam Rasayan® aberta na Europa e EUA. É um dos sistemas curativos mais poderosos que existe e de uma extraordinária simplicidade. Consiste em sustentar o espaço silencioso de consciência, e contemplar como as resistências resolvem-se por sua propria dinâmica. Praticar SNR implica duas coisas: aprender a meditar em silêncio e, a partir daí, relacionar-se com as coisas mais além de qualquer ideia preconcebida.
Para meditar em silêncio, partimos de um facto conhecido nos yogas tantricos: o corpo é parte da mente; as sanações fisícas são ilimitadas, extremamente subtis, sucedem de uma vez e não estão separadas do resto da Criação.
Aprendemos a perceber o nosso sofisticado campo de sensações sem que intervenham no raciocínio. Desenvolve-se uma “memória directa da percepção”, que não requer ser traduzida em palavras.
No nosso caminho desde a percepção surge a resistência, isto é, conteúdos da mente que nos concentram e distraem: pensamentos, crenças, emoções, impulsos… Quando aparece, permitimo-los, reconhecemos que isto sucede, mas sem argumentação; tão pouco negamos, nem lutamos, nem procuramos algo melhor.
Simplemente contemplamos sem reagir e sentimos que se sente o que está a acontecer. Então a resistência dissolve-se.
Este fenómeno é muito simples, no entanto põe à prova a nossa inteligência e capacidade de tolerância. Ao dissover a resistência, abre-se um estado “silêncio integrado, Shunia”, que sempre esteve presente, tão só estavámos demasiados distraídos e reactivos para o perceber.
Shunia vive-se como uma sensação silenciosa, indiferenciada, não separada. Não é um estado “exclusivo”, por que o silêncio está misturado com sensações e resistências, mas agora tudo muda. A consciência torna-se transcendente. O meditador é puro em reconhecer e permitir suas resistências. O resto vem por si só. Sat Nam Rasayan® em sentido restrito, começa quando nos relacionamos desde Shunia (silêncio).
Ambrosio Espinosa Médico y Osteópata Responsavel em Espanha pelo Sat Nam Rasayan®.

Sat Nam Rasayan® ensina-te:
- Aceder a estados meditativos profundos com facilidade
- Integrar o silêncio e a calma na tua vida
- Libertação de atitudes e comportamentos que te causam danos
- Maior flexibilidade e tolerância na vida quotidiana
- Estabilidade de estados - ânimo
- Maior expressividade afectiva
- Maior dominio de si mesmo.
- Sanar pessoas num espaço meditativo poderoso
- Experimentar a vida com presença e clareza mental
- Experimentar teus sentimentos, emoções, e pensamentos com desapego
- Deixar-te guiar pela tua intuição

“Quando te tornas calmo e tua mente se silencia, o universo move-se na tua direcção” Guru Dev Singh

SAT NAM RASAYAN® PARA PROFESSORES DE YOGA E TERAPEUTAS
Como professor de yoga e/ou terapeuta, tens o desejo profundo de ajudar teu aluno/paciente a desenvolver-se da melhor forma possivel. Mas, como eleger a practica adequada para cada momento? E podemos sustentar o desenvolvimento dos alunos apenas com a nossa presença?
Com Sat Nam Rasayan® aprendes a mover a tua atenção para encontrar e resolver os bloqueios do grupo, e tambem para oferecer os exercicios de yoga e terapia adequados. Para alcançar, usamos as mesmas regras que aplicamos para tratar individuos, porque consideramos um grupo como se fosse uma pessoa.

“Primeiro ama-te a ti mesmo e, depois, permite que todos disfrutem da tua radiancia e luminosidade” Yogi Bhajan.

Shunia – Silencio
O silencio interior é considerado, por todas as tradições de meditação e yoga, como a mais alta realização. Manter e sustentá-lo na vida quotidiana parace muito dificil, e acessível apenas aos yogis mais avançados.
O Sat Nam Rasayan® ensina um modo extremamente simples de alcançar o silêncio interior, e a sustentá-lo de forma estável em todas as circunstâncias agitadas e stressantes do dia a dia. É surpreendente experimentar como os conflitos se resolvem apenas permanecendo neste estado (Shunia).

“ Em Sat Nam Rasayan® simplificamos a noção de consciência. Tão só se conhece e entende o universo atraves da experiência. Por isso, chamamos “ser consciente” à habilidade de permanecer alerta. Quantas mais experiências sejamos capazes de reconhecer, maior será a nossa consciência. “Guru Dev Singh

Mais informações sobre SNR:
http://www.casadasmilfolhas.com/sat-nam-rasayan.html

Inscrições: casadasmilfolhas@hotmail.com
Local: Casa das milfolhas, em Gavião.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Workshop CULINÁRIA CURATIVA

Assinalando o Dia Mundial da Alimentação, que ocorre a 16 de outubro,  a Associação Famalicão em Transição, com o apoio e parceria do Município de Vila Nova de Famalicão está a organizar um workshop sobre alimentação e saúde, focando uma dieta anti-envelhecimento e anti-alergénica.

Workshop CULINÁRIA CURATIVA

Quando: Dia 15 de outubro, das 10h00 às 12h30

Onde: Serviços Educativos do Parque da Devesa - Vila Nova de Famalicão

Valor: 10 € (8 € para associados de Famalicão em Transição)

Informações: famalicaom@gmail.com  |  Inscrições: no link goo.gl/tNamg6

O monitor é Ricardo Novais, é licenciado em Farmácia, naturopata, especialista em culinária curativa, e autor do blogue Modus curandi.

«Vamos mostrar comida simples e fácil de confecionar. Uma verdadeira alternativa a quem tem dificuldades em se adaptar a uma dieta mais apropriada à condição humana. Com um enfoque na conjugação de nutrientes e sabores e na transformação acertada dos alimentos, vamos proporcionar a melhoria da digestão, otimizar a assimilação dos macro e micronutrientes, potenciando assim a performance do corpo humano. Tudo sem abrir mão duma gastronomia rica e saborosa.»

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Devesa Esclarece: “Produtos biológicos, verdade e mitos"

Dia 21 de setembro 2017 (quinta-feira)
21h30
Casa do Território
Entrada livre e gratuita

A agricultura biológica é cada vez mais uma prática defendida por muitos e o consumo de produtos biológicos tem, nos últimos anos,  aumentado exponencialmente em todo o mundo.

 Notícias recentes da imprensa portuguesa levaram muitos consumidores a questionar este modelo de produção e “acendeu” uma guerra de palavras entre os defensores dos biológicos e aqueles que não encontram motivos válidos para o seu consumo.

Propomos, nesta sessão, desmistificar a produção e o mercado dos produtos biológicos, assim como abordar a sua importância económica, social e ambiental, e a sua relação com a saúde e a qualidade de vida na nossa sociedade.!»

Convidada: Engª Marisa Moreira (Gestora das Hortas Urbanas do Parque da Devesa).

"Devesa Esclarece" são sessões de esclarecimento/ sensibilização sobre temáticas ambientais promovidas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através da Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

A Conspiração das Lâmpadas - Sessão Ambientar-se

"A história secreta da obsolescência programada"

A Conspiração das Lâmpadas

Dia 15 de setembroo de 2017, às 21h30,
na Casa do Território, Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre

A Conspiração das Lâmpadas combina investigação e imagens de arquivo raras para traçar a história escondida da Obsolescência Programada, desde os seus inícios nos anos 1920 com um cartel secreto criado expressamente para limitar a vida útil das lâmpadas, até às histórias atuais com aparelhos eletrónicos de ponta (como o iPod), e o crescente espírito de resistência entre consumidores comuns.

Este filme viaja até França, Alemanha, Espanha e EUA para encontrar testemunhas de uma prática comercial que se tornou a base da economia moderna e traz imagens inquietantes da África, onde os eletrónicos descartados se acumulam em grandes cemitérios para resíduos eletrónicos.
As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa) e instituições locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final.

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

domingo, 3 de setembro de 2017

Encontro AÇÃO ECOAMBIENTAL, TRANSIÇÃO SUSTENTÁVEL E REGENERAÇÃO

A Campo Aberto e a Associação Famalicão em Transição estão a organizar um Encontro de associações e grupos de Ambiente e Transição da zona norte do país, a realizar no dia 7 de outubro na Casa do Território, no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, com o apoio deste Município.

Este encontro procura incluir grupos, coletivos, movimentos, associações, para uma partilha num espírito de colaboração e sinergia, que se debruçará sobre a situação ecológica e ambiental do Noroeste e Norte de Portugal, e do Vale do Ave em especial, mas que terá também uma tónica no conceito de transição e de regeneração.

O encontro tem em vista a partilha de pontos de vista, troca de experiências, de interrogações, dificuldades e também aspetos e realizações positivas. Não há propriamente oradores, todos os participantes contribuirão para essa partilha.

SÁBADO 7 DE OUTUBRO DE 2017
Casa do Território, Parque da Devesa, V.N. Famalicão

CONVITE A INSCRIÇÃO
Aos movimentos e grupos, formais ou informais, associações, coletivos, entidades, ou projetos de empreendimentos a nível individual desde que já estejam em atividade.

Porquê este encontro?
Porque queremos um amanhã diferente, em que a terra, a humanidade, as espécies animais e vegetais estejam salvaguardadas — um amanhã de perenidade que supere as ameaças hoje existentes.
Porque é necessário para isso unir esforços, desenvolver a entreajuda e a solidariedade entre todas as iniciativas e movimentos que se reconhecem nesse querer.

Que programa?
De manhã, centraremos a atenção na bacia do Rio Ave; no entanto problemas semelhantes existem noutras bacias hidrográficas e por isso outros poderão tirar proveito da manhã.
De tarde, o foco dirigir-se-á para toda a região Noroeste e Norte , sendo por isso lógica e desejada também a presença dos participantes da parte da manhã.
Em ambas as sessões, os trabalhos propostos baseiam-se na troca de informações, experiências e ideias, e na partilha de dificuldades e soluções. Pretende-se que todos os participantes possam contribuir e exprimir-se. Daí a preferência dada ao método de «mesa redonda», sem distinção entre «oradores» e «público». Mesmo que, num ou noutro caso, se peça um papel de animação a uma ou outra pessoa ou organização, por motivos específicos.
Os intervenientes de índole extra-regional serão convidados a dar o seu contributo na parte final das sessões. Eventualmente, sobre pontos específicos, poderá ser solicitado esse contributo noutros momentos. 
Programa atualizado em:  https://goo.gl/Cpev4z 

Quem inscrever?
O encontro não se destina ao público em geral, pelo que os grupos e iniciativas, ao inscreverem-se, deverão fornecer os dados coletivos pedidos na ficha de inscrição, incluindo os nomes e dados das pessoas que estarão presentes pela organização.
Dado que a sessão da tarde inclui dois grupos cujos trabalhos decorrerão simultaneamente, convém que sejam inscritas pelo menos duas pessoas por cada grupo ou iniciativa.
Como se trata de um encontro de trabalho, é desejável a presença de diretores, ativistas e voluntários de cada organização participante, a inscrever por esta conjuntamente.
Inscrições individuais sem ligação a grupos ou iniciativas poderão ser consideradas mas apenas nos casos específicos já aludidos ou quando recomendadas por uma das organizações participantes.
Cada organização inscrita, formal ou informal, terá disponível um espaço no local do encontro para folhetos e publicações gratuitas ou para venda. Assinalar na ficha de inscrição se o tenciona utilizar e quais as características pretendidas.

Como inscrever-se?
Cada grupo ou iniciativa deverá remeter para contacto@campoaberto.pt com cópia para famalicaom@gmail.com os dados pedidos na ficha de inscrição (aqui) o mais brevemente possível, de modo a que se possa ir acrescentando na divulgação a presença e o apoio das organizações que aceitam ser assim mencionadas.
Os dados podem ser remetidos em ficha preenchida em papel ou como anexo de email ou simplesmente contidos em email segundo os itens indicados na ficha de inscrição.
Ficha de inscrição em: https://goo.gl/gS2TPH

Prazos:
Inscrições até 15 de setembro.  Inscrições posteriores a essa data poderão também ser consideradas. Apela-se no entanto aos interessados para que não protelem a sua inscrição a partir do momento em que admitam inscrever-se.

Contactos
Associação Famalicão em Transição - famalicaom@gmail.com
Campo Aberto - associação de defesa do ambiente - contacto@campoaberto.pt

*******************************************************************************************************

Mais informação no site da Campo Aberto (http://www.campoaberto.pt/?p=1713226http://www.campoaberto.pt/?p=1713226), (atualização a 24/9/2017)

*******************************************************************************************************

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Associação Famalicão em Transição: 1 ano

E com um pequeno lanche-convívio seguido de música no Devesa Sunset assinalamos o 1º aniversário da Associação Famalicão em Transição!








quarta-feira, 23 de agosto de 2017

1º aniversário da Associação 25-8

Aos associados (e amigos) de Famalicão em Transição

Na próxima sexta-feira, dia 25/8/2017, a Associação Famalicão em Transição comemora o seu primeiro aniversário.

Nesse mesmo dia, há o último espectáculo do Devesa Sunset às 19h, com os First Breath After Coma. no Parque da Devesa. Assim, propõe-se:

  1. A partir das 17h00, e até às 19h00, quem quiser apareça para um lanche piquenique, estaremos nas sombras do carvalhal do Parque da Devesa vamos conversando de assuntos relacionados com as nossas atividades e fazendo um balanço das atividades mais recentes.
  2. Às 19h00, vamos ouvir a música, até às 20h, junto ao lago do parque, logo ali ao lado.
  3. A partir das 20h, propõe-se um jantar partilhado (local a confirmar) também para continuação do diálogo sobre as nossas atividades num futuro próximo. 
No que respeita ao ponto 3, aguardamos as respostas até amanhã, se houver 10 pessoas interessadas e disponíveis, avançaremos. Em todo o caso, amanhã à noite ou sexta de manhã confirmaremos esta parte do programa.

Seja como for deve haver algum voluntário(a) que leve um bolo :) ou à tarde ou à noite!

Há que comemorar! Apareçam!

Atualização (25/8, 9h50): dado que houve apenas 5 confirmações de presença, a parte 3 do programa, após as 20h, fica cancelada.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Festa da Compra e Venda de Requião

A Associação Famalicão em Transição vai participar na 6ª Festa da Compra e Venda da Freguesia de Requião, que decorre no próximo fim de semana, dias 12 e 13 de agosto, no Adro da Igreja de Requião. Apareçam, estão todos convidados!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

MEL - piquenique das artes


O Mel :: Piquenique das Artes é um evento artístico multicultural e interdisciplinar, tendo a consciência, a ecologia e a cidadania como valores centralizadores de todo o projecto! Teatro, Dança, Literatura e Música.

Este festival decorre de 3 a 6 de agosto no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, é organizado pela Associação Elogio Vadio e pela Fértil Associação Cultural, e  conta também com a participação da Associação Famalicão em Transição, na dinamização das Tertúlias, e com Follow Biodanza .

Saiba mais sobre este evento em:


Participem! A entrada é livre e gratuita!

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Mimos da Natureza

Mimos da Natureza é um projeto de produtos naturais e artesanais de higiene e cosmética, desenvolvido pela famalicense Débora Moura.


Entre estes produtos encontramos sabões, pastas dentífricas, elixires dentários, cremes, desodorizantes, bálsamos labiais, after-shaves, champôs, óleos de massagem, entre outros.


A sua composição é de origem natural (isenta de ingredientes químicos sintéticos) e, sempre que possível, biológica e proveniente de práticas sustentáveis para o ambiente e para as pessoas; não contêm ingredientes de origem animal e não são testados em animais. “São produtos feitos com carinho e respeito pela saúde e pela natureza.

«Este projecto começou, indirectamente, há cerca de 7 anos. O interesse pela higiene e cosmética natural e pelas plantas medicinais foi surgindo por volta de 2008 e desde aí frequentei diversos workshops nestas áreas e fui adquirindo conhecimentos através de diversas fontes. 

Começou por ser um projecto individual, para me proporcionar produtos de uso diário de higiene e cosmética que fossem saudáveis, não poluentes e que respeitassem os animais. Não era fácil, na altura, encontrar estas alternativas no mercado e a preços acessíveis. Toda esta informação e interesse levaram-me a ter vontade de experimentar mais e inclusive criar novos produtos, diferentes dos que tinha aprendido a fazer. 

Foram surgindo ideias que fui colocando em prática. Comecei por fazer alguns produtos para mim e mais tarde para amigos e familiares. Ao longo do tempo fui sentindo que queria partilhar estes produtos com outras pessoas e assim surgiram os Mimos da Natureza, numa tentativa de sensibilizar para um consumo ético, saudável e em harmonia com a natureza e, ao mesmo tempo, poder proporcionar essa alternativa de consumo. Apenas em 2013, com mais tempo livre e a desejar um caminho diferente na vida, comecei a esboçar o projecto para o “abrir à comunidade” e em 2014 dei os primeiros passos para o concretizar.

Sendo um projecto de partilha e sensibilização, desenvolvo pontualmente oficinas de higiene e cosmética natural para potenciar a cada um de nós fazer os seus próprios produtos e/ou a fazer escolhas mais éticas e sustentáveis.

O projecto encontra-se num estado de aperfeiçoamento e desenvolvimento. Há sempre ideias novas a surgir e há que as desenvolver e colocar em prática, experimentar. Gostaria que os Mimos da Natureza pudessem chegar a mais pessoas, mantendo ou até melhorando, a sua qualidade. Espero continuar a fazer o que gosto, a divulgar o projecto e a colher os frutos deste processo.»
Débora Moura

Site: http://mimosdanatureza.weebly.com/
Facebook: https://www.facebook.com/mimosdanatureza
E-mail: mimosnatureza@gmail.com

Experimentem! Eu experimentei e posso afirmar que são muito bons, fiquei cliente! Produtos naturais, agradáveis, eficazes e não são nada caros. E manufacturados localmente.