Transição

«A Transição é o movimento consciente e motivado de passagem entre a situação actual e o futuro ideal que ambicionamos. Estamos em Transição. E a missão da Transição, como rede ou iniciativa é agir como catalizadora, impulsionadora ou como apenas um convite… para criarmos comunidades locais mais resilientes e com uma cultura humana saudável. A Transição precisa de ser feita a muitos níveis. E em cada local as necessidades e as soluções são diferentes. Por isso, diferentes pessoas e diferentes Iniciativas de Transição (IT) complementam-se em acções e resultados diversificados e abrangentes, todos no mesmo sentido. Para embarcarmos a diversidade no mesmo sentido, sonhamos e visionamos o futuro de cada comunidade local. E partilhamos as aprendizagens de todos aspectos do trabalho comunitário numa rede que aprende, que partilha e que cresce. Para fazermos em todo o lado, a Grande Transição para um planeta, uma humanidade e uma biosfera em equilíbrio.»



O Mundo em Transição 

A rede Transition Network começou na cidade de Totnes (Inglaterra) em 2006 (ver aqui um resumo do que já conseguiram) e espalhou-se já por todo o Reino Unido, Irlanda, Europa, América e Austrália. O seu objectivo é preparar as comunidades para enfrentarem os emergentes e graves problemas resultantes do pico do petróleo e das alterações climáticas através da dinamização de uma economia localizada e da integração de todos os actores locais (cidadãos, associações, empresas e mesmo governos locais),de forma a minimizar os efeitos nefastos dos seus impactos. Os princípios em que se baseia esta rede podem ser lidos aqui.

Cada comunidade que adere à rede ou à ideia, e nas mais diversas escalas  - desde a pequena aldeia até à grande cidade - partilha experiências e conhecimento de forma a que todos possam contribuir para uma sociedade e economia local mais resiliênte, menos dependente do petróleo, mais interventiva e protectora do ambiente, bem como mais solidária. 

A criatividade e a inclusão são factores chave neste processo.


Portugal em Transição

Em Portugal, a rede de Transição surgiu em 2010, com o pontapé de arranque que foi o I Colóquio Nacional – Transição para uma Economia e Cultura Pós-Carbono, em Pombal, a 10 de Abril, e na sequência da criação de uma rede social "ning" em 2009.

Atualmente existem muitas iniciativas de transição em Portugal, embora apenas uma parte se encontrae registada na rede internacional Transition Network

Saiba mais sobre Portugal em Transição no site:  TRANSIÇÃO PORTUGAL  (http://transicaoportugal.net/)

No entanto, a maior parte das iniciativas de transição em Portugal estão registadas no mapa da Rede CONVERGIR, uma rede que "pretende mapear iniciativas sustentáveis e inspiradoras para que em rede possamos cooperar, coordenar, e potenciar as nossas sinergias para contribuir para uma sociedade equilibrada e sustentável, e para uma vida humana em harmonia com o meio envolvente" (fonte: http://www.redeconvergir.net/sobre).



Famalicão em Transição


Somos um grupo de cidadãos do concelho de Vila Nova de Famalicão e arredores, empenhados em contribuir ativamente para que a nossa comunidade se torne  mais sustentável e resiliente (resistente aos impactos externos). Para isso, mudamos progressivamente os nossos comportamentos no sentido de uma vida mais sustentável e em sintonia com a natureza e a comunidade, e tentamos sensibilizar os nossos conterrâneos para se juntarem nessa caminhada. Os nossos princípios e metodologia inspiram-se na rede Transition Network já disseminada pelo mundo e a construir novas e positivas histórias.   

Juntamo-nos pela primeira vez na iniciativa LIMPAR PORTUGAL em 2010, e desde aí que temos vindo a promover várias atividades e eventos. O grupo inicial formou-se como tal na reunião de 1 de julho de 2011 (resumo aqui); entretanto, por diversos motivos (como emigração, mudança de localidade, indisponibilidade profissional ou por motivos de saúde) alguns dos elementos já não fazem parte do núcleo ativo, mas novos elementos se tem juntado e participado. Em 25 de agosto de 2016, criamos a Associação Famalicão em Transição, e assim esperamos continuar e ampliar as nossas atividades em prol de um futuro mais sustentável.

Não estamos ainda registados na rede internacional, mas fazemos parte da Rede Convergir (nacional).

Sem comentários:

Enviar um comentário