domingo, 24 de outubro de 2010

Transição para a Sustentabilidade

 O conceito de sustentabilidade, e mais propriamente desenvolvimento sustentável, apareceu definido pela primeira vez em 1987, no relatório Brundtland. E teve de ser definido e escrito, não porque fosse um conceito novo, mas porque  o Homem se esqueceu.

Durante muitos milénios, o Homem e a Natureza viveram em harmonia, de acordo com os princípios da sustentabilidade. A sustentabilidade era algo intrínseco, que juntava instinto com saber empírico, e que passava de geração em geração. 

No último século e meio, o Homem enlouqueceu com a energia fácil, lançou-se na aventura da tecnologia e esqueceu-se completamente da sustentabilidade e do essencial . Com o uso do carvão e mais ainda com a descoberta do petróleo, uma revolução energética levou-nos, a evoluir para modos e níveis de vida nunca antes sonhados, permitindo um crescimento exponencial da população através de uma escalada impossível de consumo de recursos e produção de poluição.

Tal como dizem os biólogos, o comportamento exponencial da nossa espécie no último século, a nível de crescimento demográfico e consumo de recursos, só tem paralelo na natureza,  nas infecções ou nas pragas. E todos sabemos que após "consumirem" tudo o que tinham ao seu alcance, a redução da população de bactérias ou de insectos é rápida e drástica. O caos instala-se e auto-acelera-se. Deduzimos, portanto, que a continuar com o consumo e crescimento do último século, num meio finito, caminhamos seguramente para o início do fim da civilização tal como a conhecemos. São leis da física e da biologia...

Em paralelo com o aumento do nível de vida de parte da população mundial, com o aumento da esperança de vida, com o desenvolvimento da ciência,  e com o encurtamento das distâncias e globalização do comércio, assistimos a um retrocesso dos valores essenciais, ao declínio da natureza e da biodiversidade, ao aumento assustador do número de pessoas com fome crónica, e ao aumento exponencial das disparidades entre aquilo que têm os mais ricos e os mais pobres.
E nem por isso, as pessoas do mundo dito "civilizado" são hoje mais felizes. Pelo contrário, a correria, a falta de valores e prioridades verdadeiras, fez com que a angústia, o pessimismo e a passividade cívica se instalassem. A vida em comunidade foi desaparecendo ao ponto de nem sabermos quem é o vizinho que mora ao lado, o tempo para a família e os amigos cada vez fica mais curto.

Salvo honrosas excepções, aqueles que governam as nações vêem demonstrando cada vez mais a sua incapacidade de mudar o mundo, estando cada vez mais subjugados e controlados pelas grandes corporações que detém o poder económico. A falta de liderança e de coragem é já a imagem de um tempo, em que uma grande parte da humanidade continua a seguir na corrente do deslumbramento pelo consumo, ignorando ou não querendo ver que essa corrente não desagua senão num inevitável mar de caos e de guerra.

Resta-nos seguir nessa corrente, ou então, nadar contra ela com todas as nossas forças. Porque só a partir da nossa acção, dos cidadãos comuns minimamente informados e conscientes, é que pode surgir a mudança.

É tarde demais para evitar a grande crise que se aproxima, mas não é tarde demais para a tentar amenizar.  

Está  mais que na hora de começarmos a fazer a transição para um mundo em que quem está primeiro são as pessoas e a natureza, e não o dinheiro.

Nota: este texto foi também publicado no blogue Sustentabilidade é Acção com o título Está mais que na hora da Transição para a Sustentabilidade

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Blog Action Day - Água



Filme de Andrew Dobbie, premiado no concurso de 48 horas do "Cannes Lions International Advertising Festival" de 2010 (Junho), com vista à divulgação da petição da WaterAid a entregar na Cimeira dos ODM no passado mês de Setembro.

domingo, 10 de outubro de 2010

10/10/10 - Caminhada pelo Clima Famalicão

Mais de 350 pessoas (bastante mais, mas não sei ao certo) participaram hoje na "Caminhada pelo Clima Famalicão", assinalando o 10/10/10 da campanha 350. O sol interior destes seres exteriorizou-se numa magnífica manhã, que se vestiu de branco e tons de azul, como mostram as fotografias:
 









O grupo organizador no fim da Caminhada

Numa caminhada de sensibilização de cerca de 5 km pela cidade, os caminhantes vestiram a camisola, mais propriamente T-shirt, e divulgaram dicas como: "Queime calorias e não petróleo", "Prefira sempre a luz natural", "Opte pelos transportes públicos", "Reutilize manuais escolares", "Escolha produtos locais", "Tome banho de duche e rápido", "Reutilize os sacos nas compras", etc., etc..
Participaram pessoas das mais diversas idades, todos com boa disposição. Vieram pessoas de outras terras do norte, inclusive de Viana do Castelo. Até o vice-presidente da autarquia e mais três vereadores vestiram a camisola (um deles só no sentido figurado porque não havia tamanho XL). Alguns "sprinters" da geração futura e mais um de quatro patas, a "Luna", imprimiram um passo acelerado e dificilmente abrandado pela organização, de modo que a caminhada acabou um pouco antes do esperado. 
 
Correu tudo lindamente, e julgo que transmitimos a mensagem de que são necessárias as nossas acções individuais para contribuirmos para um mundo melhor. E esta mensagem destes cidadãos empenhados fará parte, através das fotos enviadas à 350.org da pressão a exercer sobre os líderes  mundiais que se vão reunir na COP16, Cimeira do México sobre Alterações climáticas, a realizar em Dezembro: queremos como meta, o valor máximo de 350 ppm de CO2 na atmosfera!

Aos participantes, aos que colaboraram patrocinando o evento, à autarquia, à comunicação social local e regional e aos membros do grupo organizador: MUITO OBRIGADA!

Para ver mais fotos: no Facebook, ver o meu álbum ou o álbum do Município de Vila Nova de Famalicão

sábado, 9 de outubro de 2010

Amigos da Caminhada pelo Clima Famalicão - 2

Sete semanas depois de termos começado a organizar a Caminhada pelo Clima Famalicão, tudo está a postos para que o próximo Domingo 10/10/10 seja um dia que sensibilize a população e que ajude a 350.org a mandar uma mensagem  de milhões de pessoas para os líderes que se vão reunir, em Dezembro, no México, na Cimeira sobre Alterações Climáticas. 

Tudo, ou aliás quase tudo. O "clima" por cá está de má cara, chuvoso que só visto, criando receios que apareçam poucos caminhantes. Mas como somos optimistas, esperamos que este povo do norte não se assuste com uns aguaceiros, ou melhor, esperamos que não chova no Domingo de manhã!


Mas toda esta preparação não teria sido possível se não tivéssemos apoios. Assim, deixamos aqui o nosso sincero agradecimento às seguintes entidades e empresas que se disponibilizaram a ajudar esta iniciativa por um mundo melhor para as gerações mais novas e futuras.


sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Amigos da Caminhada pelo Clima Famalicão - 1

Para fazer uma caminhada, basta pôr os pés ao caminho. Para fazer de uma caminhada um evento de sensibilização é preciso trabalho, empenho e apoio.
A Caminhada pelo Clima Famalicão, que foi iniciada através do blogue Sustentabilidade é Acção, tem vindo a ser organizada por um grupo de 17 voluntários, na maioria famalicenses, mas também da Trofa, Castelo da Maia e Valongo. Alguns deles responderam de imediato ao apelo feito ao grupo Limpar Portugal VNF Famalicão. Outros já tinham estado também no evento de 24/10/2009 da 350, em Gaia/Porto, e já conheciam este movimento 350.orgParte deles, absolutamente desconhecidos dos outros.

Certo é o seguinte: com reuniões semanais desde 31 de Agosto até hoje, este grupo de pessoas, sem qualquer associação formalizada, conseguiu fazer desta caminhada um evento de grande impacte, como se pode ver pelo destaque dado pelo próprio movimento 350.org/pt/Uns participaram mais, outros participaram menos, mas todos colaboraram na medida das suas possiblilidades.

Por isso, aqui fica o meu sincero "obrigada" a este grupo fantástico que me deu motivo para  continuar a acreditar que o mundo pode mudar para melhor, porque há gente para isso.  Por isso, e por ordem alfabética, bem hajam:
Foto de hoje: é uma pena apenas estarem aqui menos de metade do grupo...

Albertina Pereira
Alcino Monteiro
Ana Berta Rego
Ana Maria Azevedo
Clara Drave (Castelo da Maia)
Cristiana Caldas 
Graça Marques (Trofa)
Lígia Silva
Luciana Lopes
Luísa Aguiar (Valongo)
Manuel Cruz (Trofa)
Marta Moniz
Nuno Mendes
Pedro Teixeira
Sandra Costa 
Susana Costa

Agora,  esperemos que o "Clima", pelo qual vamos caminhar, nos ajude no Domingo de manhã!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Percurso da Caminhada pelo Clima Famalicão

 
Este é o percurso previsto para a Caminhada pelo Clima Famalicão. São 4,8 km, saindo da Rua Padre Benjamim Salgado, rumando a sul e este até à Rotunda da Paz, virando para norte calcorreando a Av. Marechal Humberto Delgado e Av. Carlos Bacelar até à Rotunda de Sto António, voltando para sul  através da Rua Adriano Pinto Basto até à Av. 25 de Abril, por onde seguimos até à Praça 9 de Abril, depois seguindo para oeste pela Rua Barão da Trovisqueira até à Av. de França, que percorremos, passando pelo Pavilhão Municipal até chegarmos ao ponto de partida, no Parque da Juventude .

Se alguém estiver cansado, sempre pode retirar 1 km (linha a azul claro), indo da Praça 9 de Abril através da Rua Camões até ao ponto de chegada.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Caminhando a passos largos para a Caminhada

Já há publicidade visível na cidade. Para além da lona no local de partida e chegada, já está um grande e impactante outdoor na Rotunda Bernardino Machado e pendões na Avenida Marechal Humberto Delgado,  Rotunda de Santo António e Rotunda das Piscinas.

Os nossos agradecimentos à Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que apoia este evento, tendo patrocinado esta publicidade entre outros apoios e diligências que mais tarde referiremos, e de que destacamos agora a publicação na Agenda Cultura de Outubro  (página 27).







 Agradecemos também desde já à Graficamares que nos forneceu gratuitamente 200 cartazes que estão já espalhados por vários locais do concelho, graças ao esforço e empenho do grupo organizador.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Local de partida da Caminhada pelo Clima

Local de partida e chegada da Caminhada pelo Clima: Parque da Juventude - Rua Padre Benjamim Salgado, em frente à Escola Secundária Camilo Castelo Branco. Hora de encontro: 09.30. Partida às 10:10. Chegada antes das 12:10. Dia 10 de Outubro de 2010.